Ginástica

Peso e pressão do joelho ao caminhar, correr e andar de bicicleta


Peso corporal extra pode causar estresse excessivo nos joelhos durante o exercício.

Exercícios de resistência, como caminhar, correr e andar de bicicleta, são componentes críticos de qualquer empreendimento de perda de peso, mas o peso corporal extra aumenta a pressão sobre os joelhos, tornando esses exercícios potencialmente prejudiciais para as articulações. Compreender a relação entre problemas no joelho, peso corporal e os vários modos de exercício pode ajudá-lo a tomar decisões mais informadas sobre sua rotina e pode motivá-lo a manter seu peso sob controle.

Considere o seu peso

Se você está acima do peso ou não, suas articulações do joelho carregam uma carga pesada. Desde atividades diárias como caminhar e subir escadas, até a participação em aulas de ginástica e esportes, seus joelhos estão sujeitos a desgaste. Quatro ligamentos principais mantêm os joelhos no lugar, auxiliados pelos músculos e tendões que convergem no joelho. Danos nos ligamentos podem levar à instabilidade do joelho, que o torna vulnerável a lesões mais graves.

Enquanto os ligamentos às vezes são danificados por trauma, as lesões são mais frequentemente causadas por movimentos como cortar, torcer, pular e desacelerar. O peso corporal extra torna esses movimentos ainda mais perigosos, aumentando as forças de carga nos joelhos. Carga excessiva pode fazer com que a cartilagem que permite que a rótula deslize suavemente sobre o osso da coxa se desgaste, produzindo dor crônica.

Caminhar ou correr?

O corpo humano é projetado para andar e correr, portanto essas atividades devem ser uma escolha lógica para o exercício. No entanto, ambos colocam muito estresse nas articulações do joelho. A caminhada normal pode causar forças de três vezes o seu peso corporal sobre os joelhos, enquanto a corrida pode impor forças tão altas quanto cinco vezes e meia o seu peso. Quanto mais você pesa, maior a magnitude da força e maior o risco de lesões. Investir em tênis de corrida que proporcionam ampla absorção de choque ajuda a reduzir a carga de força ao caminhar e correr.

Andar de bicicleta

O ciclismo é frequentemente apontado como uma alternativa preferida a caminhar ou correr, porque é considerado exercício de baixo impacto; no entanto, os ciclistas têm seu próprio conjunto de problemas no joelho. Um artigo publicado no "The Physician and Sports Medicine" relata que a dor no joelho é a lesão corporal mais comum nos ciclistas. O ajuste da bicicleta, a anatomia individual do ciclista, mudanças no equipamento, distância e intensidade do ciclismo são fatores que contribuem para a lesão no joelho. Excesso de peso corporal significa que você deve aplicar mais força ao pedalar, aumentando o estresse nos joelhos.

Lighten Up

O excesso de peso pode contribuir para uma variedade de distúrbios crônicos do joelho. Um estudo de 2013 publicado na "Associação Canadense de Radiologista Journal" revisou imagens de joelho de 170 pacientes e identificou gordura subcutânea no joelho, um marcador de obesidade, para correlacionar-se com a incidência de condromalácia patelar, uma condição na qual um amolecimento da cartilagem do joelho causa a rótula para esfregar contra a extremidade inferior do osso da coxa. Em casos avançados, a cartilagem pode ser completamente desgastada até os ossos. Gerenciar seu peso através de exercícios regulares e nutrição de alimentos integrais diminui a carga dos joelhos para que você possa desfrutar de um estilo de vida fisicamente ativo.